POSSIBILIDADE REAL
0 Likes

Após dizer que Inter vive 'tragédia particular', dirigente se desculpa e fala em tapetão

Fernando Carvalho enfureceu a Internet ao reclamar do adiamento da última rodada do Brasileirão 

Após a repercussão extremamente negativa de sua declaração sobre o adiamento da última rodada do Campeonato Brasileiro, o vice de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, se desculpou por nota oficial admitindo que foi infeliz em seu posicionamento. 

"Venho por meio desta pedir desculpas pelas palavras equivocadas utilizadas na entrevista", exclamou em nota. "Nada se compara com a fatalidade que vitimou nossos colegas desportistas e nos feriu a todos. Reitero desejo de força às famílias e amigos das vítimas e a toda comunidade de Chapecó", completou. 

Em entrevista, Fernando Carvalho declarou que apesar da tragédia com a Chapecoense, o Internacional vivia sua 'tragédia particular' na luta contra o rebaixamento e que, por isso, a última rodada do Brasileirão não poderia ter sido adiada, passando deste fim de semana para o dia 11 de dezembro. A declaração enfureceu a internet e o dirigente não demorou para se explicar. 

"Em nenhum momento foi minha intenção comparar a tragédia arrasadora que aconteceu com a Chapecoense, instituição pela qual tenho imensa estima, com a situação do Internacional do Campeonato Brasileiro. Certamente foi infelicidade minha a escolha da palavra 'tragédia', nesse momento, ao me referir ao nosso caso", alegou o dirigente.

Além do pedido de desculpas, em entrevista ao programa Bate-Bola, dos canais ESPN, Fernando Carvalho afirmou que não se incomoda com a possibilidade de ir para o tapetão caso o Internacional seja rebaixado à segunda divisão. 

"Já perdemos um campeonato no tapetão (o dirigente se refere ao Brasileirão de 2005). Então, o Inter tem todas as questões éticas para defender o caso. Isso vai ser tratado com o jurídico. Não tenho problema de ter a fama de usar o tapetão, até porque já perdemos um título no tapetão. Achei injusto na época, mas decisão judicial a gente se conforma. O que dá direito de recorrer no tapetão é a existência do direito. Se ele existe, vamos perseguir", disse Carvalho. 

0

GOSTOU DO POST?

0
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE