PUROS CRAQUES

As joias da Champions League 2014-15

Hoje começa a fase de grupos da Champions League, e o jornal Sport publicou uma lista de 10 promessas. Seja pela potência, inteligência ou habilidade, esses jovens podem ser os próximos destaques de um torneio cheio de pretendentes. Confira a lista.

Pierre-Emile Hojbjerg

Pep Guardiola começou a contar com ele assim que desembarcou no Bayern de Munique e pouco a pouco Pierre vai ganhando mais espaço no time alemão. O dinamarquês é um meia da "escola Guardiola ', completo, com físico desenvolvido para seus 18 anos, mas ele deslumbra especialmente por sua classe.

Raheem Sterling

Tem apenas 19 anos, mas o jamaicano é um veterano após três temporadas na elite. Sterling começou como reserva no Liverpool, porém seu desempenho e entendimento com Luis Suárez e Sturridge foi excepcional, o que fez dele um dos melhores jogadores do Campeonato Inglês. O meia destro, acostumado a jogar na lateral oposta, é veloz e muito habilidoso nos dribles.

 Munir El Haddadi

É a grande sensação do novo Barça de Luis Enrique. Foi de marcar um golaço na final da Champions League Sub-20 à ser convocado e estrear na seleção espanhola em apenas seis meses. Nesse meio tempo, estreou goleando no campeonato contra o Elche e fez uma ótima  pré-temporada. Atacante rápido, goleador e com recursos. Seu lugar nesta temporada será no Barça B é (por enquanto), mas se continuar respondendo como agora, também dará o que falar na Champions.

Rubén Neves

Sensação no início da temporada do renovado Porto de Julen Lopetegui e astro da seleção portuguesa no último Campeonato Europeu. Neves inclusive bateu dois recordes assim que começou a sua jornada no time principal: se tornou o artilheiro mais jovem da história doPorto no campeonato (17 anos e 155 dias) e o português mais jovem a estrear na Champions, superando Cristiano Ronaldo.

Carlos Mané

É uma das muitas promessas de grandes jogadores, já que saiu da categoria de base do Sporting Lisboa. Atacante habilidoso que joga dos dois lados, com bom drible e finalização, bastante valorizado pelo treinador Leonardo Jardim, que lhe deu uma oportunidade na última temporada. Mané respondeu à confiança do seu treinador e fez uma boa temporada que não foi esquecida pelos olheiros dos grandes clubes da Europa.

Aymeric Laporte

O zagueiro francês terá a oportunidade nesta temporada de enfrentar os melhores atacantes da Europa com o retorno do Athletic Club à Champions League. Com apenas 20 anos, Laporte é sólido, rápido, talentoso, se posiciona bem e tem capacidade de tirar a bola do fundo. Apesar de também poder atuar como lateral-esquerdo, é na zaga onde surgiu como um dos melhores defensores jovens do continente. Será titular na seleção francesa sem sombras de dúvida.

Youri Tielemans

O meia belga é titular no Anderlecht, apesar de sua pouca idade. Ele pode atuar em várias posições no meio-campo e tem uma grande capacidade física, o que lhe permite chegar facilmente na área rival, ainda que seu maior trunfo seja o deslocamento no campo. Pega bem na bola e tem segurança na movimentação. Versátil, forte e maduro para sua idade, Tielemans é mais um produto da categoria de base belga, tão prolífica nos últimos anos.

Hakan Çalhanoglu

Um nome que vem brilhando, apesar da última temporada desastrosa do Hamburgo. O Bayer Leverkusen esteve ligado e contratou o meia habilidoso de origem turca no mercado de verão. Nos poucos jogos que Calhanoglu disputou na temporada, ficou claro que investir nele valeu a pena. Hakan é um jogador rápido, capaz de combinar com sucesso o ataque com um chute potente de perna direita

Kingsley Coman

O meia se tornou a principal atração da Juventus nos primeiros jogos da temporada. A história de Coman tem semelhanças com a de seu atual companheiro de equipe Paul Pogba. Ambos, representados pelo sempre polêmico Mino Raiola, deixaram seus clubes de origem cedo. Coman, formado nas fileiras do PSG, não queria ir por empréstimo para outro clube francês e decidiu tentar a sorte em Turim. Na Juve, Allegri não hesitou em confiar nesse jogador rápido, habilidoso, técnico, atrevido e com muita pegada. Esse é um nome a ser acompanhado de perto na Champions League.

Max Meyer

Não está no seu melhor momento no Schalke 04, mas a filosofia do clube de apostar em jovens jogadores permite que surjam atletas como ele. Meyer, formado na categoria de base do Gelsenkirchen, foi para a primeira equipe na última temporada e tornou-se uma das revelações do ano na Alemanha. É muito hábil com a bola, acostumado a jogar na esquerda, apesar de ser destro, e tem facilidade em ver o gol.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE