As lendas que chegaram ao Galo, fizeram história e... foram embora!

Ronaldinho não é mais jogador do Atlético! O ex-camisa 10 do Barcelona e da Seleção se desvinculou do clube alvinegro e agora é jogador livre. No período em que se desempenhou pelo Galo, Ronaldinho conquistou um Campeonato Mineiro, uma Recopa e uma Copa Libertadores

Antes de sua contratação, muitos foram críticos e pessimistas sobre a contribuição que Ronaldinho poderia dar ao Atlético. De fato, o Atlético tem um histórico de fazer grandes contratações que terminam em fracasso, um exemplo foi a “Selegalo” de 1994, e o time dirigido por Luxemburgo, em 2010.

Abaixo, uma breve passagem, de alguns jogadores badalados, que chegaram ao clube, fizeram história, e que depois recomeçaram em outro lugar.

Mazurkiewicz

“Marzurca”, como ficou conhecido no Brasil, chegou ao Atlético com a fama de melhor goleiro do mundo. O uruguaio já era um jogador reconhecido pelos inúmeros títulos conquistados pelo Peñarol – incluindo uma Copa Libertadores e uma Copa Intercontinental, em 1966 – e pela Seleção Uruguaia – a Copa América de 1967. Teve uma grande participação na Copa do Mundo de 1970. Foi contratado pelo Atlético em 1972, disputou 89 jogos, e em 1974 se transferiu para a Espanha. Não ganhou nenhum título, mas deixou saudades.

Zenon

Um dos grandes talentos dos anos 80 despontou no time do Guarani de Campinas, campeão brasileiro de 1978. Jogou no Corinthians onde é considerado pela Fiel um dos maiores ídolos da história do clube paulista, onde fez parte de um grande time que além dele tinha a Socrátes, entre outros. Chegou ao Galo em 1986, e contribuiu muito com seu talento e técnica, ajudando o time alvinegro a conquistar os títulos do Campeonato Mineiro de 1986 e 1988. 

Taffarel

É considerado o maior goleiro da história da Seleção Brasileira em diversas pesquisas realizadas junto aos torcedores. Chegou ao Galo em 1995, com grande prestigio por ter sido um dos heróis da conquista do Tetra em 1994. No clube mineiro, Taffarel foi campeão estadual em 1995 e campeão da Copa Conmebol de 1997. Deixou o clube depois da Copa de 1998, na França. Foi outro grande jogador que deixou muitas saudades.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE