MORTE MISTERIOSA

Asamoah Gyan é acusado de assassinar um rapper

Quando parou diante dos microfones depois de um treino, Asamoah Gyan nunca imaginou que lhe questionariam sobre um caso policial.

O jornalista Daniel Kenu, do jornal ganês Daily Graphic, perguntou se ele tinha alguma coisa a ver com a morte do rapper conhecido como Castro, porque algumas horas antes, um grupo de jovens havia invadido o treino da seleção para acusar o capitão de ter cometido o crime por um ritual macabro.

Em julho, o cantor e sua namorada morreram em um episódio confuso quando estavam de férias com Asamoah, que foi hospitalizado em estado de choque.

Como o cantor tinha uma grande amizade com Asamoah Gyan e sua família, o repórter decidiu perguntar sobre o caso e, dois dias mais tarde, foi atacado pelo irmão do jogador, Baffour Gyan, e um grupo de pessoas, que o deixaram gravemente ferido.

Baffour teve de comparecer para depor à polícia após o ataque ao repórter, o que só envolve o caso em mais mistério.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE