ESTRANHO...
0 Likes

Borja questiona queda de avião da Chapecoense

Atacante falou sobre como era o método de voos que a equipe colombiana fazia

Conhecido por carregar muitos craques e equipes do futebol mundial, o avião da empresa Lamia caiu com a delegação da Chapecoense, nesta terça-feira, e gerou uma tragédia com 71 mortos e apenas seis sobreviventes.

E mesmo sem saber a causa do acidente, muito se fala sobre uma possível falta de combustível, que poderia ter acontecido por conta da demora para o pouso, de acordo com o mal tempo no local.

Fato que causa estranheza para Miguel Borja, do Atlético Nacional. O clube colombiano utilizou a aeronave muitas vezes, e isso fez com que ele questionasse a falta de gasolina. ‘É lamentável o que aconteceu, mudou a vida de todos. Nós já viajamos neste avião, conhecíamos até a tripulação. Tomara que agora que isso acontecem as equipes tenham a consciência de melhorar as condições (de viagem), porque várias vezes paramos para abastecer quando voamos com este avião’, afirmou o atacante.

As investigações vão ser iniciadas, para saber se o real problema para a queda foi a falta de combustível.

 

 

0

GOSTOU DO POST?

0
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE