OBRIGATÓRIO

Dados para ter em conta na final da Libertadores 2014

Os clubes da Argentina venceram 22 das 54 edições da Libertadores já disputadas. Em algum ponto, isso levaria a pensar que a taça foi levantada nesse país muitas vezes. Mas não é bem assim, principalmente considerando-se o início do novo milênio em que o Brasil é amo e senhor.

Três vezes em 30 anos, aí vem a quarta

Independentemente de quem levar a de 2014, a Libertadores voltará a ser vencida em terras argentinas, o que não acontecia desde 2001, quando o Boca Juniors foi campeão da América na Bombonera, depois de derrotar nos pênaltis o Cruz Azul, do México. Anteriormente, em1996, o River Plate venceu o torneio contra o América de Cali no Monumental.

Voltando mais no tempo, foi o Independiente, em 1984, o campeão depois de vencer o Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre e empatar em Buenos Aires, levantando sua sétima taça na frente de seu povo. Assim, pode-se dizer que nos últimos 30 anos, apenas três vezes a decisão da Libertadores foi na Argentina.

 

Brasil, terra de títulos

De 2000 para frente, o Brasil viu 12 clubes se consagrarem de perto, cinco deles brasileiros (São Paulo, Inter, Santos, Corinthians, Atlético Mineiro). Sempre falando das finais de volta ou revanche, como melhor se entender, no país pentacampeão mundial foram disputadas 12 das 14 finais, com exceção de 2001 (Argentina) e 2004 (Colômbia). É a primeira vez desde 2004 que a taça da Libertadores não será levantada no Brasil.

Estudiantes 2009 e Olimpia 2002

A última vez que um time argentino se consagrou campeão da Libertadores foi na edição de 2009, em que o Estudiantes de La Plata venceu o Cruzeiro, em Belo Horizonte, obtendo assim sua quarta conquista histórica. Enquanto isso, o Paraguai foi campeão da América pela última vez em 2002, quando o Olimpia, o único vencedor do torneio em seu país, venceu o São Caetano.

Na quarta-feira, tanto San Lorenzo quanto o Nacional, que vão atrás de sua primeira Libertadores, tentarão conquistar mais um título para seus respectivos países. Se El Ciclón vencer, a Argentina somará 23 títulos. Se o Nacional for o campeão, o Paraguai terá o quarto. É esperar para ver o que acontecerá a 55ª final do torneio de clubes mais importante e prestigiado do continente.

Edgardo Bauza, técnico do San Lorenzo

Se o San Lorenzo vencer, o treinador Edgardo Bauza será o primeiro a ganhar com dois clubes de países diferentes. Em 2008, ele foi campeão com a Liga de Quito, do Equador, a primeira conquista do país e até agora a única em torneios de clubes.

Gustavo Morínigo, o primeiro paraguaio?

Graças ao Olimpia, o Paraguai tem em suas vitrines três troféus da Libertadores conquistadas em 1979, 1990 e 2002. Mas das três vezes em que foi campeão, o técnico era estrangeiro. Assim, se o Nacional vencer em 2014, Morínigo será o primeiro técnico paraguaio a levantar o troféu.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE