CARREIRA ENCERRADA...
0 Likes

Fora da Sul-Americana, ídolo da Chapecoense confirma aposentadoria

Goleiro era o atleta mais velho em atividade no futebol nacional

Ele não vem tendo oportunidades desde a chegada de Danilo, que se tornou titular absoluto da Chapecoense. Mesmo assim, o goleiro Nivaldo continuou com moral junto a torcida do clube catarinense, isso porque, aos 42 anos, o jogador realizou 298 jogos com a camisa do clube.

E a partida 300 estava próxima. Ela iria acontecer ainda neste ano, fato que causaria a aposentadoria de Nivaldo logo ao término da temporada.

Só que a tragédia acabou com o sonho de chegar a essa marca, já que o experiente goleiro confirmou a aposentadoria após o fato. 'Era para eu ir na viagem e acabei ficando. Tudo tem um propósito na vida. Acabei ficando porque eu iria jogar, talvez contra o Palmeiras, porque iria fazer minha despedida no jogo aqui contra o Atlético-MG, quando iria completar 300 jogos pelo clube. Como houve mudança na viagem, eles não retornariam a Chapecó e iriam direto de São Paulo para Medellín. Então o Caio falou que não iria me levar porque como não iria jogar abriu opção para levar outro atleta. Disse que não tinha problema. Infelizmente aconteceu o acidente', afirmou o ex-goleiro.

Nivaldo atuava na Chapecoense desde 2007, quando foi contratado e se tornou um ídolo da torcida do clube catarinense.

0

GOSTOU DO POST?

0
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE