CONFISSÃO

Guardiola: "Saí do Barcelona porque não sabia como motivar os jogadores"

"Se você não pode motivar os seus jogadores, como treinador, sabe que a hora de ir embora chegou. Comandar uma equipe requer toneladas de energia. Em outras palavras, há momentos em que você precisa recarregar as baterias. Foi isso que eu fiz quando eu tirei um ano de folga em Nova Iorque. Foi muito importante para mim, para minha família e para a minha equipe anterior. "

Pela primeira vez, Josep Guardiola contou realmente por que seu trabalho com Barcelona terminou. O atual técnico do clube campeão do mundo, Bayern de Munique, não teve problemas para confessar que, independentemente do período de sucesso, ficou sem ferramentas para motivar os seus jogadores.

"Fomos extremamente bem sucedidos. Catorze títulos em apenas quatro anos, foi o melhor período da história do clube. Mas isso também pode ser um empecilho. Encontrei, progressivamente, dificuldades para motivar a mim e a equipe.

Chega a um ponto em que tanto a imprensa quanto a torcida são um motivo degaste para a cabeça de um treinador que ganhou tudo e, ainda assim, era questionado por ter deixado Messi no banco uma vez. Aqueles que ficam na reserva são os que provavelmente não ficarão felizes com a minha decisão. E ainda tem a pressão da imprensa e dos torcedores  de ter que escalar determinados jogadores. Toda vez que deixava Messi no banco, por exemplo, começava uma confusão em Barcelona", concluiu Guardiola.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE