É HUMANO

Guardiola se irrita com o técnico adversário e se nega a cumprimentá-lo

“Se eu não dei a mão para Caleb Porter, foi porque eu não vi”, comenta Guardiola em tom de ironia, quando questionado por sua atitude de ignorar o cumprimento do técnico adversário após um amistoso.

Vários astros do campeonato dos EUA e Canadá venceram o Bayern de Munique, e o treinador espanhol se negou a cumprimentar Porter pela ferocidade com que os jogadores vieram para cima dos seus em um amistoso.

Quando o jogo terminou, Porter foi dar a mão para Guardiola, que o ignorou e decidiu entrar no campo para falar com o árbitro. O estadunidense ainda foi atrás de Pep, sem resultados.

Alexi Lalas, ídolo nos Estados Unidos e presidente de LA Galaxy criticou a atitude:

"É uma vergonha. Entendo que você não quer que seus jogadores se machuquem, mas isto é um jogo de futebol. Se você não quer correr riscos, não jogue. Não venha pelo dinheiro, não venha para fazer a pré-temporada, não venha disputar o jogo. Quero ver se ele explica por que fez isso. Mas, pelo menos dê a mão".

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE