ENTREVISTA

Héctor Villalba: “Sonho em dar um grande abraço em Cristiano Ronaldo”

É um dos jogadores mais jovens do elenco. Com apenas 20 anos, Tito cumpriu o sonho de se consagrar com o clube que o viu nascer no futebol, onde chegou com 10 anos, e também o clube que ele ama. Jogador e torcedor fanático do San Lorenzo campeão da Libertadores 2014, parece que os sonhos do jovem promissor vêm se tornando realidade. Suas corridas incansáveis ​​e perigosas pela lateral direita foram uma marca registrada da equipe de Edgardo Bauza nesta edição do torneio continental. Parece que ele não mede esforços quando vai ao ataque. Na final, Villalba saiu nos últimos minutos cansado de tanto ir e vir.

 

Em dezembro, ele disputará o Mundial de Clubes em Marrocos, onde certamente o San Lorenzo enfrentará o Real Madrid, se o novo campeão da América chegar à final contra o favorito europeu. No vestiário campeão, em um bate-papo exclusivo com o Paixão Libertadores, Villalba falou de seu fanatismo, da final que venceu e seu sonho no Mundial de Clubes.

 

PASIÓN: Como você está vivendo isso pessoalmente, já que você é jogador e torcedor fanático do clube?
Villalba: É uma alegria imensa, muito difícil de explicar. Um momento lindo como jogador e torcedor. Como jogador, cumpri o sonho de ganhar a Libertadores. E como torcedor, pude ir à arquibancada, subir a cerca e comemorar com toda a torcida. Eu queria me meter no meio dos torcedores e comemorar. Eu sou assim, tenho uma loucura que é a paixão pelo clube.


PASIÓN: A final foi muito complicada, você saiu nos últimos minutos parecendo cansado…
Villalba: Sim, a ansiedade e os nervos jogaram contra mim no começo. Mas, felizmente, aos 30 minutos, pude me reposicionar um pouco e, no segundo tempo, corrigi várias coisas.

 

PASIÓN: Deu para notar que Mercier te orientou algumas vezes no meio do jogo...
Villalba: Sim, porque no começo nada que eu fazia saia bem e estava preocupado. Como ele sabe como eu sou, começou a me dar orientações junto com o Ortigoza. Quero agradecer a eles, que são as referências, junto com  Bauza e Pipi Romagnoli, que mudaram minha cabeça.


PASIÓN: O que Bauza disse para vocês depois que o jogo acabou?
Villalba. Não falamos nada, não deu tempo. Ainda estamos comemorando.


PASIÓN: Você já realizou o sonho de ganhar a Libertadores, qual é o próximo?
Villalba: Dar um grande abraço em Cristiano!

 

Rindo e referindo-se ao número 7 do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, Tito Villalba terminou a entrevista depois de conquistar a Libertadores. Tomara que possa cumprir seu sonho, o que significaria ele disputar a final do Mundial de Clubes.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE