SE É QUE VAI TER

Onze motivos para a Copa do Mundo Catar 2022 ser um fracasso

Ainda faltam oito anos para a Copa do Mundo no Catar e a polêmica está ficando cada vez maior. Desde uma possível mudança de data até uma infraestrutura inexistente, o Paixão Libertadores levanta todas as razões que dificultam a realização de um Mundial que, neste momento, parece utópico.

1- Mão de obra escravizada

No Catar quem faz o trabalho pesado não os nativos, são imigrantes do Nepal. Eles recebem pouco, trabalham em condições insalubres, a altas temperaturas sem água e muitos denunciaram que seus passaportes são apreendidos para que eles não possam deixar o país. De acordo com um relatório publicado peloThe Guardian em 2013, as obras deixarão um saldo assustador de 4.000 trabalhadores mortos.

2-  A temperatura

A Copa do Mundo é disputada historicamente entre junho e julho, porque que é o momento em que as temporadas terminam e os jogadores têm um período de descanso. No entanto, em Doha, capital do Catar, a temperatura pode chegar a 41º C nesses meses, de modo que a FIFA está avaliando passar a Copa para janeiro.

3- Caos no calendário

Se passar para janeiro, isso causaria um desastre nas outras competições, que teriam de alterar as datas. Muitos campeonatos importantes não seriam concluídos ou teriam de ser reduzidos.

4- A homossexualidade é ilegal

É um assunto delicado, mas em tempos que cada um escolhe como ser feliz, é uma loucura que homossexuais não possam se expressar enquanto estiverem no Catar. Socialmente, isso seria mal visto pelo mundo inteiro.

5- Suspeitas de suborno

Tanto sobre a escolha da Rússia para 2018 quanto a do Catar para 2022, surgiram várias denúncias, e há uma auditoria em curso para descobrir se realmente houve "compra de votos" para que essas sedes fossem mais votadas que a Inglaterra ou os Estados Unidos, respectivamente.

6- Não há estádios

O Catar é um país pequeno, de 11.586 km2 (cabe 734 vezes no Brasil) e suas áreas urbanas são escassas. A FIFA exige oito sedes, no mínino, para organizar uma Copa do Mundo. Apesar de ainda ter muito tempo, ainda não construíram os estádios.

7- Algumas cidades ainda nem existem

A falta de estádios pode ser um obstáculo, mas não a oito anos do Mundial, uma vez que sobra tempo para construi-los. No entanto, que as cidades-sede ainda não existam, aí já é uma preocupação real. A Copa do Mundo não é apenas um conjunto de estádios, mas de cidades preparadas com hotéis, infraestrutura e transporte. Lusail City, por exemplo, que supostamente abrigaria a final, ainda é um monte de areia no meio do deserto do Catar.

8- O sistema de ar condicionado é impossível de aplicar

Uma das propostas que o Comitê Organizador do Catar levantou para o problema do calor, foi que seria utilizado nos estádios um sistema de resfriamento para que temperatura fosse adequada para jogar futebol. No entanto, a empresa que construirá os estádios comunicou que o sistema é muito caro e nada sustentável para o meio ambiente quando utilizado em larga escala.

9- A FIFA teria que renegociar os contratos

De acordo com o Telegraph, a entidade regente do futebol mundial vem secretamente negociado com as redes de TV no caso de a Copa do Mundo ser em janeiro. A mudança de datas seria um problema, já que a Fox, por exemplo, pagou 425 milhões dólares pelos direitos da Rússia 2018 e Catar 2022, assumindo que esta última não seria ao mesmo tempo o Superbowl da NFL.

10- Uma enorme audiência seria perdida

A Copa do Mundo no Brasil deixou claro que o público americano segue o futebol em massa, mas apenas quando não há atividade na NFL (futebol americano), que é o esporte mais popular no país. Se os playoffs da NFL coincidirem com o Mundial, haverá uma enorme queda de telespectadores nos Estados Unidos, que lideraram os números de audiência durante a Copa de 2014.

11- Dificilmente venderão cerveja nos estádios

Algo que caracteriza o Mundial, sem importar onde, é a venda de cerveja nos estádios. No Brasil, era ilegal, mas o governo concordou em abrir uma exceção durante a Copa do Mundo. O problema é que no Catar, a venda de álcool é ilegal em todos os lugares, exceto em alguns bares e hotéis selecionados. Devido a isso, a empresa que vende cerveja no torneio perderia uma fortuna, outro aspecto negativo de muitos que tem Catar 2022.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE