TRANSFERÊNCIAS

Os dez sul-americanos mais caros da história

Ao longo dos anos, com a globalização e a importância do marketing no futebol, os valores das transferências de jogadores entre clubes foram se multiplicando. Hoje, ninguém arregala mais os olhos ao ler que um jogador foi comprado por 40 ou 50 milhões, porque os passes mais altos já chegam quase ao dobro desses valores.

Os sul-americanos sempre foram os mais buscados ​​na Europa por seu talento, sacrifício e fome de glória. Com a oferta e transferência iminente de Ángel Di María para o Paris Saint-Germain por 80 milhões de euros, decidimos rever as dez maiores contratações de jogadores sul-americanos da história. Se assinar com o PSG, o meia e do Real Madrid ficará em terceiro lugar, junto com James Rodríguez.

10 - Ronaldo - €45 milhões

Depois de se consagrar campeão mundial na Copa do Mundo Coreia-Japão 2002, o ‘Fenômeno’ Ronaldo foi do Inter para o Real Madrid, no que foi a maior transferência de sua carreira

9 - Sergio Agüero - €45 milhões

Depois de um desempenho surpreendente no Atlético Madrid, Agüero se mudou para a Inglaterra para começar a criar no Manchester City, onde já tem dois títulos da Premier League.

8 - David Luiz - €49.5 milhões

Depois de uma punição imposta pela UEFA, por não cumprir com o "fair play" (jogo limpo) financeiro, o PSG teve as transferências reduzidas a apenas um jogador por no máximo 60 milhões. Em uma jogada rápida e arrojada, o clube contratou o zagueiro antes da Copa do Mundo.

7 - Hernán Crespo - €55 milhões

Apesar de já estar aposentado e sua transferência ter sido há 14 anos, Hernán Crespo continua no top 10 dos mais caros da história do futebol sul-americano. Em 2000, o Lazio pagou uma fortuna por ele depois que o mundo conheceu sua capacidade goleadora com a camisa do Parma.

6 - Radamel Falcao García - €60 milhões

Falando de goleadores, o colombiano Radamel Falcao García não fica atrás. Assim como Agüero, ele arrebentou no Atlético de Madrid, e o Monaco, que havia retornado à primeira divisão da França, desembolsou uma fortuna por ele em 2013.

5 - Edinson Cavani - €64.5 milhões

O atacante uruguaio mostrou mais que garra e atitude no Napoli, clube italiano que fez sua melhor venda na história quando o PSG levou o atacante.

4 - Kaká - €65 milhões

Ele era adorado no Milan, mas os cofres do Real Madrid puderam mais: em 2009, Kaká chegou ao clube ‘merengue’ por um valor recorde.

3 - James Rodríguez - €80 milhões

Depois de ser o artilheiro e um dos destaques da Copa do Mundo 2014, o colombiano James Rodriguez tornou-se, aos 23 anos, o terceiro jogador mais caro da história do Real Madrid, atrás de Gareth Bale e Cristiano Ronaldo. O Monaco o tinha contratado por 45 milhões de euros.

2 - Luis Suárez - €81 milhões

Mesmo com uma suspensão impedindo-o de jogar até outubro, Luis Suárez despertou o interesse do Barcelona, ​​que o comprou e agora aguarda o cumprimento de sua punição para aproveitar o ‘Pistoleiro’ uruguaio no Camp Nou.

1 - Neymar - €99.7 milhões

Além de ser o mais caro, é também o mais polêmico da história. Em 2013, o Barcelona anunciou a contratação de Neymar por 57,1 milhões de euros, uma cifra considerável para um grande grande craque. No entanto, após vários meses de investigação da Receita Federal espanhola, descobriu-se que os dirigentes do clube haviam feito uma manobra ilegal para sonegar impostos, motivo pelo qual o presidente Sandro Rosell deixou o cargo posteriormente. Recentemente, o seu substituto, Josep Maria Bartomeu, admitiu que a aquisição foi de 86,2 milhões, mais 13,5 mi que o clube teve que pagar para a Receita pelos impostos devidos, chegando ao valor final de 99,7 milhões de euros.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE