HISTÓRIA

Técnicos estrangeiros que fracassaram no Brasil

O Palmeiras já achou um substituto para Ricardo Gareca, e ele é Dorival Júnior. O fraco desempenho do ex-treinador do Vélez surpreendeu muitos que esperavam grandes conquistas dele com o Palmeiras. O fracasso do técnico argentino não é o primeiro entre os treinadores estrangeiros no país. No Paixão Libertadores, te contamos outros casos:

-Lothar Matthaus (Atlético Paranaense): sua chegada revolucionou a capital paranaense em 2006. O alemão teve ótimo começo, comandou oito jogos, ganhou seis e empatou dois. No entanto, deixou o clube por problemas matrimoniais, apresentando sua renúncia via fax. Sua terceira esposa exigiu seu retorno imediato depois de ver uma foto publicada por um jornal em que Lothar aparecia com uma jornalista local.

-Daniel Passarella (Corinthians): chegou em 2005 através de Kia Joorabchian, o rosto da MSI, grupo investidor da equipe, e durou 62 dias. Em sua estreia, caiu por 3 a 0 contra o desconhecido Cianorte, pela Copa do Brasil. Foi eliminado do torneio nas oitavas de final pelo Figueirense. Poucos dias depois, sofreu uma derrota humilhante para o São por 5 a 1. Dois dias depois, Passarella foi demitido do Timão. Em três rodadas do campeonato conseguiu  apenas um ponto.

-Darío Pereyra (Corinthians): o uruguaio foi contratado em 2001 e durou apenas 6 jogos! Venceu uma partida, empatou duas e perdeu três. Vanderlei Luxemburgo entrou no seu lugar e conquistou o título do Campeonato Paulista.

-Hugo De León (Fluminense): o uruguaio chegou ao Fluminense em 1997, depois de fazer sua estreia como treinador no Ituano. O fraco desempenho no Brasileirão fez com que ele durasse apenas duas rodadas no clube.

-Pedro Rocha (Internacional): ficou por um pouco mais de três meses no cargo. Com seis jogos seguidos sem vitória, foi demitido depois de perder para Glória por 2 a 0, em um jogo pelo Campeonato Gaúcho. O uruguaio comandou 18 jogos no Inter, com sete vitórias, nove empates e duas derrotas.

-Miguel Ángel Portugal (Atlético Paranaense): O espanhol foi apresentado em 08 de janeiro de 2014 como o novo treinador do clube. No dia 19 de maio, ele renunciou depois de empatar em casa com o Chapecoense pela quinta rodada do Brasileirão. No total, ele comandou 13 jogos, com cinco vitórias, dois empates e seis derrotas.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE