ANTES DA FINAL

Vinte dados históricos da Libertadores

*Edgardo Bauza seria o primeiro técnico vencedor da Libertadores com equipes de dois países diferentes (Liga de Quito em 2008 e San Lorenzo em 2014).

*Há apenas três técnicos que ganharam a taça com dois clubes do mesmo país: Carlos Bianchi (Vélez Sarsfield e Boca Juniors), Luis F. Scolari (Grêmio e Palmeiras) e Paulo Autori (Cruzeiro e São Paulo).

*O Nacional do Paraguai seria o sexto do time não argentino, uruguaio, ou brasileiro vencedor da Libertadores, junto com o Atlético Nacional, Once Caldas, Colo Colo, Olimpia e Liga de Quito

*Os técnicos argentinos ganharam 24 das 54 Libertadores (22 com clubes argentinos e duas com equipes estrangeiras), seguidos por 17 brasileiros, todos com clubes de seu país.

*Só três técnicos não argentinos , brasileiros ou uruguaios venceram a Libertadores: os colombianos Maturana e Montoya; e o croata Mirko Jozic.

*Gustavo Morinigo seria o primeiro técnico paraguaio vencedor da Libertadores (o Olimpia ganhou os três títulos com treinadores estrangeiros).

*Se o San Lorenzo for campeão, a cidade de Buenos Aires somaria 11 Libertadores, representadas por cinco equipes: Boca Juniors (6), River Plate (2), o Argentinos Juniors (1), Vélez Sarsfield (1) e San Lorenzo (1).

*Até hoje, 24 clubes diferentes venceram a Libertadores, o campeão deste ano será o 25º. Na Champions League 20 clubes diferentes venceram até agora.

*Nas últimas três Libertadores (incluindo a deste ano), houve um campeão inédito. Corinthians em 2012, Atlético Mineiro em 2013 e San Lorenzo ou Nacional em 2014

*Depois de cinco anos o torneio terá um campeão que não é brasileiro. O último foi o Estudiantes de La Plata em 2009.

*Os clubes argentinos foram finalistas em 32 das 55 edições da Libertadores, vencendo 22 e perdendo apenas nove. A final deste ano está pendente.

*O San Lorenzo seria o oitavo clube diferente da Argentina em ganhar a Libertadores (Boca Juniors, River Plate, Independiente, Racing Club, Argentinos Juniors, Vélez Sarsfield, Estudiantes LP). O país com mais campeões diferentes é o Brasil que tem 10.

*San Lorenzo, América de Cali, Millonarios, Deportivo Cali, Cerro Porteño, Alianza de Lima, Barcelona, Rosario Central, Newell’s Old Boys e Fluminense são os grandes times da América do Sul que ainda não levantaram a taça.

*O San Lorenzo busca seu terceiro título internacional, já que venceu a Copa Mercosul em 2001 a Sul-americana em 2002.

*Jogadores históricos de San Lorenzo: Hector Scotta, Roberto Telch, Jose San Filipo, Oscar Ruggueri,  Jose Varacka, Coco Rossi, Beto Acosta, Leandro Romagnolli, Pablo Zabaleta e Ivan Córdoba, entre otros.

*Jogadores históricos do Nacional do Paraguay: Arsenio Erico, Luis Monzon, Juan Manuel Bataglia, Gonzalez Aquino, Justo Villar, German Ezequiel Cano e Carlos Villagra, entre outros.

*San Lorenzo ou Nacional será o décimo clube em vencer a Libertadores em sua primeira final. O Atlético Mineiro foi o último a conseguir no ano passado.

*Desde 1993 (São Paulo campão), todos os campeões venceram como visitantes. Neste ano, acontecerá o mesmo, pois nem San Lorenzo nem Nacional ganharam em casa.

*As últimas quatro Libertadores foram vencidas pela equipe que decidiu em casa. O último visitante campeão foi o Estudiantes LP, em 2009, contra o Cruzeiro, no Brasil.

*Os Diablos Rojos do Independiente venceram as sete finais da Libertadores que disputaram, enquanto os Diablos Rojos do America de Cali perderam todas as quatro.

Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
comentários

unirse a la conversación

Os pontos de vista e opiniões expressadas neste post são somente as do autor e não representam necessariamente as da Paixão Futebol.

SABIA QUE TEM MAIS NOTÍCIA AQUI EM BAIXO?
Continue navegando!

DESTAQUE DE HOJE