INGRESA A PASIÓN FÚTBOL

Conectate con...

Facebook

Al registrarte estás aceptando los
Términos y Condiciones

o

Ingresa tus datos de usuario

Recordar mi usuario

INGRESAR
¿Olvidaste tu contraseña?

REGISTRATE EN PASIÓN FÚTBOL

Unete ahora

He leido y acepto los Términos y condiciones

REGISTRARME

Cancelar

Conectate con...

Facebook

Al registrarte estás aceptando los
Términos y Condiciones

REGISTRATE EN PASIÓN FÚTBOL

Felicitaciones!

Tu cuenta ha sido creada, pero necesitamos verificar si todo está correcto antes de que puedas empezar a participar de la comunidad de Pasión Fútbol.

Si en los próximos minutos no lo encuentras en tu bandeja de entrada, por favor, revisa tu carpeta de correo no deseado, esposible que se haya filtrado.

Recuperar contraseña

Para recuperar la contraseña ingresa a continuación los datos pedidos:

RECUPERAR CONTRASEÑA

Conectate con...

Facebook

Al registrarte estás aceptando los
Términos y Condiciones

Forlán é destaque no site da Conmebol: "O Inter é um grande clube"

Uruguaio afirma que está feliz com a decisão de fechar com o clube.

 

 

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) entrevistou o atacante Diego Forlán, questionando a respeito de sua decisão de retornar ao continente. O jogador enfatizou que não recebeu propostas do futebol de seu país e disse não sentir obrigação de retornar ao Uruguai, ressaltando que decidiu fechar com o Inter por ser um "clube grande".

— Para ser sincero, ninguém sabia que eu voltaria à América do Sul, porque a oferta do Inter se manteve em segredo até estar tudo fechado. Assim, nenhum time uruguaio teve tempo de pensar em mim. Não seria fácil (voltar ao Uruguai) e prefiro não iludir ninguém. Estou feliz com a decisão que eu tomei. O Inter é um grande clube — afirmou.

O atacante ainda falou sobre os atrativos do Campeonato Brasileiro:

— Sempre foi um campeonato difícil, com seis ou sete times brigando pelos quatro primeiros lugares. Nos últimos anos, se definiu somente na última rodada. Se joga um bom futebol, há grandes clubes, clássicos atrativos. É um lindo desafio.

O uruguaio foi questionado sobre um possível retorno à Europa, mas preferiu não ser definitivo a respeito de seu futuro.

— A verdade é que agora eu não penso na Europa, nem em qualquer outro lugar. Tenho 33 anos e quero jogar a maior quantidade de tempo possível, mas ainda não sei como estarei aos 36 — concluiu.

 

Compartir Compartir Compartir

unirse a la conversación

Los puntos de vista y opiniones expresadas en este post son solamente las del autor y no representan necesariamente las de Pasión Fútbol.

Post destacados de hoy