Libertadores, la emoción hasta el final

Por: CLUBE DO POVO

 A última rodada da Libertadores está emocionante na chave do Inter. Não foi essa a situação que sonhamos, mas essa é a condição: podemos ficar em primeiro, segundo ou até terceiro na chave. Quanto a última opção, acho difícil. O Santos precisa perder em casa e o Inter não vencer o Juan Aurich.

Acredito mais na seguinte composição: venceremos o Juan Aurich e, possivelmente, o Santos vencerá também o The Strongest. Nesse caso, ficaríamos em segundo. Hoje, pelas minhas contas, somos o quinto melhor segundo. (é isso?). Pegaríamos o quarto melhor primeiro. Possivelmente alguma pedreira.
 
Só acredito também que os obstáculos difíceis fortalecem a equipe, passam confiança ao grupo. O time que está barbarizando na Libertadores é o Fluminense do Abelão. Os caras tem técnico e tem grupo, mas podemos encarar. Cruz Azul, Universidad de Chile, Vélez, quando fecharem todos os cruzamentos teremos condições de traçar uma linha reta até o título, com uma ideia correta de todos os adversários. Nessa semana muita coisa já se decide. Olho na TV.
 
Bate-Bola:
 
-        ao que tudo indica, Jô voltará ao grupo. Desde o início defendo sempre o Gilberto ao Jô.
 
-        Caso Oscar: seguimos na torcida por um efeito suspensivo. A expectativa é que saia nessa semana ainda.
 
-        Gauchão: jogaremos em casa contra o Cerâmica, temos que vencer. Durante a semana vamos acompanhando as notícias sobre a possível escalação do jogo.

Más noticias de FANATICOS