Pela vaga e por história: Lanús tenta dar passo inédito na Libertadores

Por: Bruno Vital

 O time voltou à competição em 2009 e 2010, mas sequer superou a primeira fase. Agora, tenta subir mais um degrau. Nesta quarta-feira, os argentinos enfrentam o Vasco, em São Januário, na abertura da disputa por uma das vagas nas quartas. O jogo será às 21h50m (de Brasília).

- Nós não somos um clube grande, somos pequenos. Temos crescido nos últimos anos. A expectativa dos torcedores e a nossa é muito grande. Esperamos avançar, sabemos que é difícil, temos de trabalhar muito – disse o técnico Gabriel Schurrer

Fundado em janeiro de 1915, o Club Atlético Lanús viveu recentemente os melhores momentos de sua história e conquistou seu primeiro título na Argentina ao vencer o Apertura 2007. Outras boas participações em Campeonatos Argentinos foram os vice-campeonatos nos anos de 1956, 1998 e 2006 na disputa do Clausura.

Em 2012, pela primeira vez o clube enfrentou um rival brasileiro na competição. O Lanús fez parte da Chave 2, a mesma do Flamengo. Na Argentina, empate por 1 a 1. No Rio, derrota por 3 a 0. Ainda assim, o grupo comandado por Schurrer ficou em primeiro lugar.

- Nosso grupo era muito difícil, com equipes duras, equilibradas. Flamengo, Emelec, Olimpia, equipes de mais tradição na Libertadores. Passaram as equipes menores. Nós e o Emelec. Conseguimos ser os primeiros, tivemos os méritos necessários para avançar. Agora, é diferente, outra partida. Não permite falhas.

 O treinador demonstrou conhecimento sobre algumas das principais características do Cruz-Maltino e analisou a ausência de Dedé, que está machucado.

- O Vasco tem dois extremos de qualidade. Eder (Luis) pela ponta, Alecsandro pelo centro. São jogadores de mobilidade, rápidos. Os laterais, Thiago Feltri e Fagner, são jogadores de velocidade, atacam constantemente. Vamos tratar de cortar o jogo do Vasco e aproveitar o nosso. Dedé é um jogador que qualquer técnico gostaria de ter, um central forte, de poder físico importante. É um jogador importante para o Vasco, poderemos aproveitar isso (ausência). Mas acredito que os jogadores que vão suprir a ausência dele vão ajudar também.

O Lanús tem um retrospecto curto de confrontos com equipes brasileiras, mas quase sempre em jogos decisivos. Além dos jogos contra o Flamengo nesta temporada, foi vice-campeão na decisão da Copa Conmebol de 97 contra o Atlético-MG e eliminou o Corinthians nas oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2006. Em 2007, foi superado pelo Vasco nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Más noticias de FANATICOS