Ralf: 'Jogo para mim é como um prato de comida'

Por: felipombal corinthians
 
A intenção de Tite era poupar Ralf na partida deste domingo contra o Paulista, mas o treinador corintiano não pôde. Sem um substituto à altura, o treinador optou por relacionar o camisa 5.
 
Incansável, Ralf jogou os 90 minutos na vitória por 1 a 0 no Pacaembu. 
 
Questionado sobre o assunto e de como se dedicou mesmo sendo um confronto que não decidia quase nada, afirmou:
- Para mim, jogo é como um prato de comida. Eu passei por muita coisa na vida e soube administrar esses momentos ruins. Por isso, eu coloco vontade mesmo em campo, agradeço à diretoria, meus companheiros e a torcida por me darem tanto apoio. Graças a Deus, o pessoal da fisiologia me dá essa condição. Fico triste por não ter uma peça à altura para me substituir, mas não deixarei de jogar nunca - afirmou.
 
Fonte: Lancenet
 
VAI CORINTHIANS E VIVA RALF, O VOLANTE MAIS RAÇUDO DO FUTEBOL NACIONAL! 

Más noticias de FANATICOS