Assim como Diego Souza, relembre outros jogadores de linha que foram para o gol

Edmundo, Caio, Marcelo Ramos e até o Rei Pelé já tiveram seus dias de camisa 1

Por: Pasión Fútbol

Depois de o apoiador Diego Souza se ver obrigado a atuar no gol do Sport contra o Flamengo, no último domingo, no Maracanã, o “Paixão Libertadores” relembra outros casos de jogadores de linha que tiveram que se virar embaixo das traves.

Gaúcho – 1988

Um dos casos mais clássicos do futebol brasileiro é o do ex-atacante Gaúcho, que no Campeonato Brasileiro de 1988 salvou o Palmeiras em uma partida contra o Flamengo. O regulamento da competição previa uma disputa por pênaltis todas as vezes que um jogo terminasse empatado. Como o goleiro Zetti saiu machucado e o Palmeiras já tinha feito as três substituições, o atacante Gaúcho teve que ir para o gol. O Verdão vencia por 1 a 0, mas o Rubro-Negro empatou aos 47 minutos do segundo tempo, com Bebeto. Na decisão por pênaltis, Gaúcho defendeu as cobranças de Aldair e Zinho. 

Pelé – 1963

Pela Taça Brasil daquele ano, o Rei do Futebol vestiu a camisa 1 no lugar do titular Gilmar dos Santos Neves, que tinha sido expulso. Segundo relatos, Pelé foi determinado para a vitória do Santos sobre o Grêmio por 4 a 3 com pelos duas grandes defesas. Ah, enquanto esteve na linha, Pelé fez três gols.

Marcelo Ramos – 1998

Depois de o Cruzeiro vencer o primeiro jogo das semifinais da Mercosul contra o San Lorenzo, no Mineirão, por 1 a 0, o time mineiro precisava apenas de um empate na Argentina para chegar à decisão da competição. Aos 45 minutos do primeiro tempo, o goleiro Paulo César foi expulso….coube ao artilheiro e camisa 9 da Raposa ir para o gol. E não é que o jogador teve atuação tranquila e segurou o empate em 1 a 1 que classificou o Cruzeiro?

Edmundo – 2008

Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Edmundo teve a sua noite de goleiro no Campeonato Brasileiro de 2008, ano do primeiro rebaixamento do clube para a Série B. Depois que Tiago foi expulso e o Vasco já tinha feito as três substituições, o Animal assumiu a posição embaixo das traves. Ele não conseguiu evitar a derrota por 3 a 1.

Leandro Amaral – 2008

O Vasco passou pela mesma situação no jogo seguinte a derrota para o Cruzeiro. Dessa vez, foi contra o Náutico, que também venceu por 3 a 1. Roberto, que entrou no lugar do suspenso Tiago, também acabou expulso. Leandro Amaral foi para o gol, pois Edmundo já havia sido substituído.

Caio – 1999

Sob o comando do técnico Carlinhos, o Flamengo teve o ex-atacante Caio no lugar de Rodrigo Mendes durante o segundo tempo da partida contra o Gama, pelo Campeonato Brasileiro, no antigo Mané Garrincha. Clemer havia sido expulso minutos antes por defender uma bola com as mãos fora da área. Apesar da vantagem numérica, Caio saiu de campo sem sofrer gols no empate em 1 a 1.

Más noticias de NOTICIAS

NOTIFICACIONES

¿Desea que PASIÓN FÚTBOL te envíe notificaciones?

No, Gracias.

Ya estás suscrito a las novedades de PASIÓN FÚTBOL.

¡Parece que has bloqueado las notificaciones! Te enseñamos como desbloquearlas AQUÍ.